Salvador | Bahia | Brasilcontato@livrepouso.com.br

Por que os aviões têm janelas redondinhas?

Post 15 of 25

De todos os formatos geométricos existentes, por que os aviões comerciais que conhecemos sempre utilizam janelas com extremidades arredondadas? Além de simples, este tema tem uma explicação muito clara, porém num passado não muito remoto a fabricação de aeronaves que não seguiam esse padrão causou alguns acidentes fatais.janela-aviao

O Advento de aviões de célula pressurizada era promissor, permitiria que aeronaves cruzassem os céus em níveis elevados, com velocidades inimagináveis e um significativo acréscimo do seu raio de alcance seria possível. Entretanto isso acarretaria a indústria aeronáutica transformações radicais na estrutura básica de fabricação de suas aeronaves, para que desta forma pudessem suportar ao mesmo tempo pressões tão baixas do lado de fora e comparativamente altas do lado de dentro. Caso contrário, sua fuselagem não suportaria os esforços exigidos e o aparelho explodiria como um balão.

O primeiro avião a jato com cabine pressurizada foi o De Havilland – Comet de origem inglesa. Seu vôo inaugural ocorreu logo após a segunda guerra mundial e representava toda a determinação e orgulho do povo inglês na reconstrução do seu país durante pós-guerra. O Comet entrou em serviço em 1952 tornando-se o primeiro jato comercial do mundo a entrar em produção comercial. Infelizmente em apenas dois anos esta aeronave se envolveu em três acidentes (inexplicáveis na época) ocorrendo algumas fatalidades.

Até então, além da estética, nada determinava o formato que as janelas dos aviões deveriam ter, não faria diferença caso o formato fosse oval ou quadrado. Porém durante a fase normal de operação do avião, a pressurização enche e esvazia a aeronave em cada vôo – Processo semelhante ao que ocorre com um balão de ar – Este procedimento fez com que algumas janelas com arestas acumulassem uma elevada pressão nessas regiões criando fissuras imperceptíveis a olho nu ou em alguns casos rachaduras, que seriam críticas para um avião em vôo, representando um grande risco a segurança.

Em um fatídico dia durante um vôo do Comet, uma de suas janelas iniciou um intenso vazamento de ar ocasionando no rompimento da fuselagem que se rasgou como uma folha de papel levando consigo todas as vidas a bordo. Após alguns trágicos desastres, um grupo de engenheiros se reuniu para investigar as causas dos acidentes, chegando a construir um imenso tanque d’água para que pudessem ser simuladas as condições que o avião enfrentaria em um vôo real. Paralelamente, todos os aviões deste modelo foram obrigados a ficar em solo e após exaustivos meses de testes intensos a causa foi identificada e sanada definitivamente.

O Comet ainda voou por longos anos, apesar de passar por provas difíceis, foi um pioneiro e introduziu na aviação civil atual uma tecnologia indispensável. Janelas com cantos arredondados e fixadas devidamente a estrutura do avião sanaram por completo o problema.

cometfrance

, , , , ,

Este artigo foi escrito por Caio

Piloto Privado em formação e estudante de engenharia na UFBA . Você pode encontrar Caio Balthazar no facebook.

3 comentário:

Rauan Fernandes10 de abril de 2013 at 12:40Responder

Gostei dessa, ponto para o escritor…

Rangel Andrade11 de abril de 2013 at 23:30Responder

Bom artigo Caio! Bem vindo ao nosso site!

Eurenice Magalhães27 de abril de 2013 at 17:34Responder

Simples e explicativo. Viva os detalhes! Parabéns pelo artigo.

Menu
%d blogueiros gostam disto: